Guia Para Criação de Estampas

É importante ter atenção em todos os tópicos deste post para que no final do artigo, você tenha uma visão clara do mecanismo de criação de estampas.

Qual a finalidade da estampa?

Esse é um ponto crucial que você deve levar em consideração e se aplica a todos os mercados. No caso da estamparia, você precisa saber qual é o seu objetivo, a quantidade a ser produzida bem como o resultado que deseja entregar ao seu cliente.

Isso vai incluir quais conhecimentos e métodos você precisa estudar para ir do ponto A até o B. Por exemplo, se você ainda não sabe como criar estampas, precisa estudar os programas de edição de imagens, como Photoshop, Corell Drall, Illustrator, etc. E tem os custo dos equipamentos que vai precisar para começar a sua produção.

Guia Para Criação de Estampas

Uma dica pra você mensurar o seu objetivo:

  • Primeiro: modelo de estampas
  • Segundo: material que vai estampar
  • Terceiro: quem é seu cliente
  • Quarto: quantas peças vão produzir
  • Quinto: qual técnica de estamparia você vai aplicar
  • Sexto: vai ser estampara corrida (rapport) ou localizada

Todas essas decisões alinhadas ao produto a ser personalizado (camiseta, caneca, boné, rolo de malha, etc). Isso vai te ajudar a decidir pelo uso de sublimação, serigrafia, rotativa, etc.

Fazendo o Cálculo na Prática

Digamos que você recebeu uma demanda para elaborar uma estampa corrida para um tecido (blusa) de algodão para um recém-nascido. Você vai produzir 100 peças usando impressão digital direta.

De início você já percebe a necessidade de conhecer sobre rapport no seu programa de edição de imagens, saber as características e tamanho do produto, noção das cores que serão utilizadas e o método para estampar.

E quando você traça o seu objetivo no papel, este processo se torna muito mais simples e prazeroso. Após receber a demanda, é hora de pesquisar.

Você procurar entender o que os seus concorrentes estão fazendo e objetivando fazer melhor do que eles, porém, sem reinventar a roda, pois isso pode dar mais dor de cabeça do que resultado efetivo. Para facilitar, você pode fazer essa pesquisa na Web ou em lojas físicas mesmo.

As mídias sociais também possuem um poder incrível como gerador de novas ideias, então vai sem moderação, principalmente no Pinterest.

Processo de Criação da Estampa

Você vai analisar todo o material coletado e buscar referências para criar uma ideia de estampa que entregue o resultado que o seu cliente deseja. Faça diversas combinações em rascunhos de próprio punho mesmo até encontrar uma que seja mais fiel ao seu objetivo

Avalie os tamanhos, tonalidades, alinhamentos e vai ajustando todos os fatores na hora de criar a sua estampa impecável. Na hora de colocar a mão na massa efetivamente (aplicar a técnica escolhida para estampar) procure explorar os recursos do programa de edição de imagens além dos seus limites atuais.

Quando sentir que sua estampa finalmente está pronta, chame o seu cliente para conversar e apresente o resultado. Se ele propor alguns ajustes, vai anotando e tirando todas as eventuais dúvidas.

Procure apresentar no máximo 2 ou 3 opções de estampas para o seu cliente escolher. Isso vai ajuda-lo a não se confundir devido a excesso de estampas.

Caso você tenha interesse em fazer um curso completo de design de estampas, na página inicial deste site temos um artigo completo apresentando todo o conteúdo do treinamento, que alias é 100% online. Clique no botão INÍCIO (lá em cima) para ser redirecionado.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.