Sublimação: compreendendo as reações físicas e químicas

A sublimação é um dos processos químicos mais fascinantes e interessantes, pois envolve a mudança dos estados físicos e químicos dos elementos.

Neste artigo, vamos abordar os estados físicos e químicos implicados neste processo, bem como as reações químicas exotérmicas e endotérmicas que também estão envolvidas.

Acompanhe-nos como exploramos as particularidades deste processo e descobrimos detalhes científicos que nos ajudam a entender melhor a sublimação.

reações físicas e químicas no processo de sublimação

Reações físicas

A sublimação é um processo físico no qual um material passa de um estado sólido diretamente para um estado gasoso, sem atravessar o estado líquido. A transição entre estados passa por quatro reações físicas distintas: a sublimação direta, a sublimação reversa, a deposição direta e a deposição reversa.

A sublimação direta ocorre quando um material sólido é aquecido e, em seguida, passa por uma mudança de estado, diretamente para o estado gasoso. Durante o processo, o material sólido absorve energia do meio ambiente, que é usada para superar as forças de aderência entre as moléculas na fase sólida. Isto resulta na formação de vapor de substância, que se eleva no ar. Símbolos clássicos de substâncias que sofrem sublimação direta incluem íons cloreto, carbonato, iodeto e clorato, bem como álcalis, como bicarbonato de sódio.

A sublimação reversa é o processo inverso da sublimação direta. Ocorre quando um gás é aquecido para elevadas temperaturas, e, em seguida, passa por uma mudança de estado para se transformar em um sólido. Durante o processo, o gás absorve energia, que é usada para quebrar as ligações intermoleculares e formar a fase sólida. Os principais exemplos de substâncias que sofrem sublimação reversa são o dióxido de carbono, a amônia e o ácido cianídrico.

Estado sólido

O estado sólido é o estado de materiais em que as moléculas estão mais firmemente amarradas, formando um arranjo rígido e ordenado. É um dos três estados clássicos da matéria, juntamente com líquidos e gases. A substância sólida mantém sua forma à medida que é submetida a mudanças nas forças ambientais, como temperatura e pressão.

curso sublimação online

A sublimação é a passagem de um estado sólido diretamente para o estado gasoso, sem passar pelo estado líquido intermedário. O processo envolve uma reação física e química complexa nas quais as ligações entre as moléculas são quebradas. Alguns exemplos comuns de sublimação são o degelo de neve ao vento e a queima de álcool em churrasqueiras.

Estado gasoso

Estado gasoso é o estado físico dos materiais em que existem moléculas em movimento constante e interações entre elas. Em sublimação, um material sólido passa diretamente para o estado gasoso sem passar pelo estado líquido, desprendendo-se de sua forma sólida. Esta reação química se dá com a mudança de estado da matéria, partindo do estado sólido para o estado gasoso, durante a qual a temperatura e a pressão aumentam.

O processo de sublimação, assim como toda a transição entre estados físicos, tem uma profunda influência nas propriedades químicas e físicas do material. Por exemplo, é comum que alguns compostos químicos sublimem à temperatura ambiente, sendo mais facilmente absorvidos pelo estado gasoso.

Transição de estados físicos

A sublimação é uma transição direta entre estados físicos que ocorre quando um material sólido, como o gelo, vai diretamente para o estado gasoso. É um fenômeno químico que não requer nenhuma mudança de temperatura. De acordo com as leis de termodinâmica, é impossível que uma substância se sublimação a baixas ou altas temperaturas.

Isto porque o processo requer que a energia cinética das moléculas superem a sua energia de ligação, e esse processo pode ser alcançado apenas quando a temperatura é elevada. O resultado é a liberação de uma grande quantidade de gás, que então vai diretamente para o estado gasoso. Uma vez que o material volta para o ar, ele volta ao seu estado sólido.

Reações químicas

A sublimação é um processo físico e químico no qual um material é convertido de estado sólido diretamente para evaporação, sem passar pelo estado líquido. É um fenômeno que ocorre principalmente em elementos voláteis, como cloreto de sódio, ácido bórico, alumínio e outros metais alcalinos. O processo de sublimação é reversível, o que significa que o material pode ser convertido de volta em um estado sólido.

Durante o processo de sublimação, a energia de ligação entre as partículas do material é quebrada, resultando na liberação de energia na forma de vapor. Esta energia é suficiente para quebrar as ligações entre as partículas do material, permitindo que as pequenas partículas se evaporem e formem vapor.

Reações químicas também ocorrem durante o processo de sublimação. O vapor liberado pelo material é misturado com o oxigênio presente no ar, resultando na formação de ácidos e sais contendo átomos desse oxigênio. Estes reações químicas produzem substâncias químicas, como água, ácido acético e óxidos de carbono.

A entalpia de sublimação é uma medida da energia necessária para converter material diretamente de sólido para vapor. Esta medida é útil para determinar como diferentes materiais reagem aos mesmos processos de sublimação.

Reações exotérmicas

Uma reação exotérmica ocorre quando ocorre liberação de energia em forma de calor durante uma reação química. Esta energia pode ser usada para transformar um sólido em um gás. A sublimação é um exemplo de reação exotérmica.

É um processo de mudança de estado físico onde substâncias sólidas diretamente se transformam em vapores ou gases. A energia adicionada é responsável por quebrar as ligações intermoleculares que mantêm o estado sólido, e permite que as moléculas se tornem gases. A sublimação é utilizada para produzir produtos industriais, tais como tintas, soluções terapêuticas, pós farmacêuticos, entre outros.

Reações endotérmicas

As reações endotérmicas são processos químicos que liberam energia, ou seja, absorvem calor. Durante a sublimação, parte da energia liberada é usada para forçar partículas sólidas para se transformarem em partículas vaporosas.

Por exemplo, durante a sublimação do iodo, a energia liberada é usada para quebrar as ligações entre as moléculas de iodo, fazendo com que elas se evaporem. Em seguida, esses vapores condensam e voltam à sua forma sólida. O processo pode ser reversível, mas pode ser irreversível, dependendo do estado em que o processo ocorre.

Conclusão

Após uma análise aprofundada das reações físicas e químicas que ocorrem durante a sublimação, é possível concluir que isso se trata de um processo fascinante que permite ao usuário obter resultados incríveis. Primeiramente, compreendemos como a sublimação, conhecida como sublimação direta, libera elementos e átomos que são convertidos de sólidos para vapores. Estes vapores então se condensam e são convertidos de volta para um estado sólido, criando um produto acabado.

Vmos que existem três etapas principais envolvidas na sublimação. Primeiro, o material (geralmente tecidos sintéticos ou metais) é aquecido até que ele se torne do estado sólido para o estado gasoso. Em segundo lugar, a pressão é aumentada para que as moléculas de vapor possam ser acumuladas, e então é adicionado um líquido, que se evapora e é convertido de volta para um estado sólido, criando um produto acabado.

Em suma, a sublimação tem se mostrado como uma técnica útil para adicionar valor ao nosso trabalho, liberando elementos e átomos do estado sólido para o estado gasoso e, então, vindo de volta para o estado sólido, criando um produto acabado de alta qualidade.

Leia também: Sublimação: saiba o que é e como funciona

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies e outras tecnologias de monitoramento para personalizar sua experiência em nosso site.